Perfil Empresa

A Pousada Ecológica Sempre Verde, é um oásis que surpreende pela sua localização e atrativos.

No meio do agreste, no brejo de altitude, rodeada de resquícios da Mata Atlântica, ambiente repleto de nascentes o que gera  um clima úmido e faz nascer uma vegetação frondosa surgindo de dentro dos brejos verdes.

Na região as noites são  sempre frias e os dias agradáveis e refrescantes a 800 metros de altitude, com belas vistas panorâmicas na serra mais alta de Gravatá.

A Pousada promove cursos, vivências e excursões e amanhã dia 22.03 a excursão oferecerá aos aventureiros, transporte em pau de arara, comida orgânica, trilhas pela Mata Atlântica, banho de cachoeira e um show especial  com Mauricio e Marcelo Meneses. Para esse evento a dupla preparou um repertório que remete à abertura da consciência espiritual e ecológica.

Para mais informações acesse: www.sempreverde.tur.br

Vamos GravatearLá de cima do cruzeiro
Vejo uma paisagem infinita
Que um dia Osiris Caldas
Chamou de “Cidade Bonita”.

Desço pela frente do cemitério
Morada de quem sai dessa vida
Ao encontro do grande mistério
Fazendo a derradeira despedida.

Ou desço pelo outro lado
admirando o belo fim de tarde
Lentamente, degrau por degrau
Na histórica escada da felicidade

Vou andando pela rua Sete
Sento um pouco  na Praça Dez
curto a brisa do agreste
Descanso um pouco os meus pés.

De cima do Pontilhão
Olho a montanha esverdeada
Depois visito a Matriz
E a sorveteria Alvorada

Sigo em frente
Passo na Casa da Cultura
Conheço a história dessa gente
Que tem história de fartura

Admiro a Câmara, a Prefeitura
As Salesianas e muito mais
Vejo a beleza da Arquitetura
Dos casarões sem iguais.

Vou à estação do Artesão
Pertinho da linha do trem
Conheço o artista gravataense
Cuja arte igual por aí não tem.

A bonequinha da sorte
Ninguém vai deixar de levar
Neste passeio formidável
Pelas belas ruas da bela Gravatá

Na frente da estação
Vejo escritor, artista e poeta
Vou à Academia de Letras e Artes
Onde o talento tem parada certa

No outro lado da rua
Posso admirar
O pátio de eventos
Chucre Mussa Zarzar

Não descansarei um segundo,
Mas cansado não vou ficar
Respiro o melhor clima do mundo
Na minha querida Gravatá

Conheço mais ainda
Se tempo tiver para andar
Na área seca ou na área molhada
Opção não vai me faltar.

Túneis, flores e cachoeira
Chalés, montanhas e matas
Rio, açude e ladeira
Beleza natural é o que não falta.

É beleza de leste a oeste
Não posso deixar de me lembrar
Das mais belas flores do agreste
As lindas mulheres de Gravatá.

Amo a minha Gravatá,
Um lugar de gente feliz e bonita
E como eterno turista
Sempre vou Gravatear
E amar a minha Gravatá
Por isso vamos gravatear

Eu Gravateio
Tu Gravateias
Ele Gravateia
Nós Gravateamos
Vós Gravateais
Eles Gravateiam

Por Tomaz de Aquino
Jornalista e escritor

Paulo Sales

Amanheço! Simplesmente no mesmo teatro, cenário mórbido e putrefato. Afrontamento moral, Sob o ápice do ultraje ético. Depreciar, Figurativamente sinônimo de criticar. Àquela ‘arte de julgar’, do grego kritibe, hoje em desuso, Permanece por destruir a obra, e desdenhar o autor. Todos serão condenados, Quer façam ou não, algo de enlevo Pois a voz do inerte e do opaco, Será um eco de erudito Pronunciamento, do ódio e da malícia. Força inútil. É tolerante a compreensão, dos que sofrem o arresto dos seus sentimentos. A mente doente pode infeccionar o corpo. Alerta, ao julgar seja justo. Enumere teus erros, Observe teus traumas, some teus fracassos, supere todos, Reconstrua, refaça o teu caminho. Retire a inveja que assombra o teu espírito, dignifique teus atos e condutas, Análise filosoficamente cada ponto do teu pensar, E cadaVírgula do teu agir. Agora estarás pronto para ser um crítico. Já não és um inoperante invejoso.

Em outubro acontece a eleição para o conselho tutelar de todas as cidades do Brasil. Nessa eleição são escolhidos cinco conselheiros tutelares e cinco conselheiros suplentes que formação a direção do Conselho Tutelar de Gravatá.

Por lei cada conselheiro recebe um salário de R$ 4 mil reais por mês e não é subordinado ao prefeito, ou seja, o prefeito não pode demitir a seu bel prazer porque eles não são cargos comissionados do município, não são ligados à gestão que está administrando a cidade.

Uma das exigências que a lei exige para os candidatos a conselheiro é que eles já desenvolvam atividades de defesa da criança e do adolescente, seja em associações, seja em parceria com empresas que trabalham para ajudar aos carentes, em orgãos públicos, etc, a fim de garantir que a eleição não se transforme numa disputa meramente eleitoral em função do salário pago.

Para que o candidato seja bem preparado será oferecido o curso de Conselheiro Tutelar com matérias específicas e necessárias às tarefas que serão desenvolvidas quando da eleição para o conselho, entre as quais destacamos: marketing pessoal, marketing digital, oratória, redação, legislação e prática dos conselheiros.

Para fazer a sua inscrição acesse: www.capacitacursos.com.br/perguntaqui ou passe um zap para 81 999892523.

 

Paulo Sales, advogado e poeta

Reis orgulhosos e sanguinolentos, Homens sendo seu próprio carrasco. Preconceituosos, Escondidos à sombra, ao manto da tolerância, Irônicas reverências, Ao culto do poder. A corrida na superfície atrás de um tesouro. O dever para com Deus, Tolerante cortesia.

Que duram poucos segundos, Na mente dos loucos, Esdruxulamente divertidas. Seguidores desprezíveis e libertos de honra, Bobos de uma corte transitória e arruinada, Serviçais imóveis. Imensos leques de pedras, Escadas olímpicas, Foram criadas, erguidas, Em degraus iguais e sem distinção. Por operários, obreiros libertos, Hoje servos da vaidade real, Ultrajados por seus súditos.

Sábios os que escoltam um líder, Pois a verdade transcende, Gratificando os que merecem, Preferindo a igualdade que a soberba, A assinatura firme no lugar da falsa palavra. Tudo é passageiro, Não existe reino terreno, tampouco subordinados. A fraternidade, a fertilidade da romã.

Onde a prosperidade é símbolo, Está o caminho. O criador é uno, não se limita a castelos e vassalos. No universo é encontrado, Mas reside no coração humano.

 

Mandala de restos de madeira em peroba paulista, pintada com acrílica

Um dos materiais que uso nas minhas obras é  madeira. Quando vejo um pedaço de madeira de lei, muitas vezes extinta ou em extinção, recolho, levo para ateliê e lá transformo em alguma peça, quadro, móvel ou elemento para decoração e lhe dou um novo destino e uma nova vida.

É o renascimento através da arte como no caso dessa mandala que na verdade era um tampo dos restos de um banquinho, chamado de tamburete aqui no nordeste, que estava pronto para ser queimado numa das pizzarias da minha cidade. A madeira em questão é peroba paulista, raridade da nossa mata atlântica que seria destruída.

Agora ela volta a viver por tempo indeterminado, para sempre se for conservada e não queimada e jogada no lixo.

Se você tem móveis de madeira que não usa mais, ou restos de madeira na sua casa nós fazemos o recolhimento para você.

 

Fernandinho Dj como é conhecido conversou com o jornalista Tomaz de Aquino, no seu programa Bata Papo com Tomaz sobre o primeiro encontro cultural de Garanhuns que aconteceu de 2 a 5, durante o período de carnaval e que agora vai fazer parte do calendário de eventos de Garanhuns.

As dificuldades, a ajuda dos amigos, o local escolhido, porque o nome Encontro Cultural e não Festival Cultural, tudo isso vai conferir agora:

Começou no sábado 2 e termina hoje às 19 horas o primeiro Encontro Cultural de Garanhuns realizado pelo radialista e Dj Fernandinho, (Fernando Monteiro) que reuniu num só espaço todas as expressões da arte e da cultura como música, artes plásticas, dança, artesanato e muitas outras apresentações que deram ao evento um tom de vanguarda e que já integra o calendário de eventos de Garanhuns.

A partir de agora e todos os anos a cidade de Garanhuns passa a contar no período de carnaval com o Encontro Cultural dando uma opção diferenciada para quem prefere o descanso, a boa música, um bom espetáculo e tudo isso em contato com a natureza preservada e exuberante do Parque Pau Pombo.

É mais uma opção no calendário turístico de Pernambuco que passa a oferecer eventos de qualidade feitos por quem vive, defende, preserva e promove a arte e a cultura, elevando o nome da cidade e dando oportunidade a artistas que de outra forma não seriam lembrados.

O Encontro Cultural de Garanhuns continua hoje com início às 11 horas e vai até às 19 horas com muita música, muita dança, belas obras de artistas plásticos, o trabalho fantástico dos artesãos e muita cultura.

 

 

 

Cordas, Flores, Cores e Poesia foi o tema do primeiro encontro cultural de Garanhuns, mais uma opção que a cidade ganha a partir desse anos, para quem deseja fugir do carnaval e curtir música, natureza, pintura e criatividade de muitos artistas que vêm se revezando durante od sias do evento que começou no sábado 02 e segue até amanhã, terça feira 5 de março.

O jornalista Tomaz de Aquino, convidado pelo promotor do encontro, Fernandinho DJ, compôs o poema que vai mostrar o encontro a todos que comparecerem, declamando a sua poesia, hoje a partir das 14 horas, assim também como motsrando a sua arte pintando ao vivo e a cores no espaço dos artistas plásticos, ao lado dos colegas Espedito, Adelmar, Eduardo Araújo (fotógrafo) Éver Romano e muitos outros que estão expondo seus trabalhos no Parque Pau Pombo onde também acontece a apresentação de repentistas, cantores e poetas.

Leia agora a poesia sobre o encontro:

Cordas, Flores, Cores e Poesia

Aconteceu em Garanhuns
O primeiro Encontro Cultural
Ideia do Dijei Fernandinho
Um evento muito especial

No Parque Pau Pombo
Misturou tudo que podia
Fazendo uma salada genial
De Cordas, Flores, Cores e Poesia

É arte e cultura por todo o parque
Músico, pintor, cantor e repentista
Irradiando alegria e felicidade
Tanto a nativo como a turista

Assim nasceu nas 7 colinas
O 1° Encontro Cultural
De Cordas, Flores, Cores e Poesia
Para quem quer fugir do carnaval

Se você não gosta de frevar
Não quer barulho na sua cabeça
Venha para o Encontro Cultural
Da loucura desapareça

De que fez tudo que queria
Dançou, cantou e misturou
Cordas, Flores, Cores e Poesia
No melhor carnaval que já passou

Na terra do frio e da beleza
Que é de todos e não de alguns
Que preserva a vida e a natureza
Dos Guarás e dos Anuns
Que se uniram em realeza
Para dar nome a cidade de Garanhuns.

Para quem  não gosta de carnaval, nada melhor do que um encontro cultural com música, dança, artes plásticas e muito bate papo e muitos encontros de artistas, artesãos, cantadores de viola, declamadores, poetas e amigos.

Foi assim que começou hoje e vai até o dia 5, o 1º Encontro Cultural de Garanhuns no Parque pau Pombo – Rubem Van Der Linden – promovido pelo DJ e diretor da rádio Antena Web, Fernandinho que teve a ideia de aproveitar os dias de momo para disseminar arte e cultura para àqueles que preferem ficar distantes da folia.

Vários artistas plásticos pintando ao vivo e a cores ao som de mésica de viola encantando aos presentes e ajudando a mostrar que a arte sempre será viva e não morre com três dias de carnaval. A arte é o ano todo e o carnaval uma semana.

Você que está em Garanhuns e quer uma programação diferenciada com MPB, bossa nova, duplas sertanejas, artistas plásticos, poetas então venha para o Parque Rubem van Der Linden todos os dias das 11 da manhã às 5 da tarde. O espaço é aberto para todos os artistas, cantores e você pode mostrar a sua criação para todos.

Acesse: www.rota232.com.br

 

Câmbio
Dolar R$ 3,87
Euro R$ 4,36
Café Rota 232 ir para o canal
Vídeo
Vídeo
Curta nossa página