Perfil Empresa

Sempre escutei pastores, membros de denominações religiosas e até mesmo pessoas sem nenhuma participação em igrejas evangélicas ou católicas  dizerem que vai tomar uma decisão e que para isso precisam ouvir a voz de Deus.

Depois estas mesmas pessoas tomam a sua decisão e pouco tempo depois estão arrependidas e voltando atrás. Isto me deixa apreensivo e um questionamento muito forte se faz no meu íntimo: Será que de fato estas pessoas ouviram a voz de Deus? Será que Deus oniciente, onipresente vai mandar alguém para um caminho sabendo que este caminho é errado.

Se a resposta for negativa significa que a pessoa não ouviu a voz de Deus para tomar a sua decisão.

Isto gera outro questionamento: Quando é que de fato escutamos a voz de Deus para nos orientar a tomar uma decisão acertada?

Refleti durante muitos e muitos anos sobre esta questão. Principalmente depois que passei a fazer parte de uma comunidade evangélica de Gravatá – a 1ª Igreja Batista – em que constantemente testemunhei pessoas que esperavam ouvir a voz de Deus para tomar uma decisão.

Hoje, muitos anos depois e acompanhando o resultado de muitas decisões erradas que foram tomadas em nome de Deus, como se fosse Ele que tivesse orientado e na verdade não foi, posso colaborar nesta discussão dando o meu testemunho pessoal sobre o que é que eu acho que é “Ouvir a voz de Deus”.

Em primeiro lugar só escutaremos a voz de Deus se nós o buscarmos de todo o nosso coração. Se nos mantivermos em oração, tentando a todo momento ser Santo como a Bíblia ensina. E ser santo aqui não significa ser beatificado, mas simplesmente como lemos em Deuteronômio que se atentamente ouvirmos a voz de Deus e os seus mandamentos nós obedecermos, com certeza seremos exaltados em todas as nações.

Ser exaltado é estar certo, é tomar a decisão correta!

Portanto, hoje afirmo categoricamente que na hora em que escutarmos a voz de Deus para um pedido que façamos a primeira coisa que vamos sentir é um alívio espiritual tremendo; a segunda uma Paz firme, duradoura; a terceira uma alegria imensurável.

Isto não significa que estaremos felizes. A felicidade não tem nada a ver com a situação acima. A calmaria de uma superfície não mostra que ainda existe tempestade embaixo da água ou nas nuvens, porque o processo de cura é lento, mas progressivo.

Cristo não disse que veio trazer felicidade ele disse que trouxe a sua Paz e que a sua Paz ele deixava conosco.

Portanto quando escutar a voz de Deus a respeito de um pedido que tenha feito você sentirá alívio, paz no coração e uma alegria calcada no sentimento de que está fazendo a coisa certa. Pode até nem se sentir feliz, mas vai se sentir bem e saber que está com Jesus e que foi Deus quem o orientou.

Neste momento oro a Deus pedindo a sua orientação para as eleições de outubro.

Quem apoiar?

Aguardo com fé e esperança a sua resposta.

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.
Câmbio
Dolar R$ 5,46
Euro R$ 6,65
Café Rota 232 ir para o canal
Curta nossa página