Perfil Empresa

palestra para casais

Você acha que a sua família está protegida? Você acredita que seu casamento está imune aos ataques e as tentações que transformam a vida das pessoas e as jogam em situações limite onde muitas vezes o final é trágico. Se você entende que precisa trabalhar o seu casamento todos os dias e que precisa de ajuda para manter um relacionamento saudável e assim assegurar a Paz e a harmonia na sua família então você é convida para participar de mais um momento A2.

O Ministério Momento A2, da Igreja Anglicana de Gravatá, realiza no próximo sábado (11.03) a partir das 19:30,  a palestra Eu, Você e os Outros – Casei com a Família Toda, com o casal e coordenador do ministério Braúlio e Paula.

Conhecidos já pelo seu trabalho em prol dos casais através de seu canal no youtube de sua página no facebook o casal criou e desenvolve uma Somos uma Rede de Células de Casais, formada com bases cristãs que acredita na família e defende o casamento.

Para isso são realizadas  reuniões em diversos lares, todas as semanas, para entender como se pode ter um casamento mais sólido e o que Jesus espera de cada um de nós.

Conquistar casais, edificar famílias e manifestar o poder do evangelho em todas as dimensões é o objetivo do grupo Momento A2.

A participação é gratuita e para você fazer parte dessa família só precisa ser casado(a).

Venha viver uma vida que valoriza os #momentosA2 .

Faça já a sua inscrição, acesse:

https://goo.gl/forms/D8C8IAWaibTpl3hD3

Você não pode perder essa grande oportunidade de adquirir o seu lote em Gravatá e construir a sua casa para realizar seu sonho e o da sua família. Faça-nos uma visita estamos esperando você no plantão de s´bado e domingo no nosso escritório, na Av. Agamenon Magalhães, 317 – 1º Andar, em frente a Cantina La Massa ou acesse agora nosso site: tomazcorretor.com.br/perguntaaqui e tire a  sua dúvida ou passe um zap: 9.99892523 ou então fale direto com a gente no facebook.com/tomazdeaquinocorretor.

O loteamento Horizonte Único está localizado numa das áreas mais valorizadas da cidade de Gravatá, próximo de belos privês e belas residências, com fácil acesso pela BR232 e pela perimetral de Gravatá e perto do centro,  é único em tudo: na paisagem belíssima de montanha, no clima frio da serra e principalmente nas condições de pagamento, você vai comprar o seu lote e vai pagar em parcelas fixas e sem juros.

 

Parabéns Gravatá e Vamos Gravatear

foto divulgação:prefeitura de Gravatá

Lá de cima do cruzeiro
Vejo uma paisagem infinita
Que um dia Osiris Caldas
Chamou de “Cidade Bonita.”

Desço o morro pela frente do cemitério
Morada final de quem sai dessa vida
Indo de encontro do grande mistério
Fazendo dessa vida sua derradeira despedida

Ou então desço pelo outro lado
admirando o amanhecer ou o belo fim de tarde
Desço lentamente, degrau por degrau
Na histórica e saudosa escada da felicidade

Depois vou caminhando pela rua Sete
Me sento num banco da Praça Dez
Curto a fria brisa do agreste
Descanso um pouco os meus pés.

Sinto saudade do Pontilhão
De onde via a montanha esverdeada
A casa do chefe da estação
Que na minha memória fez morada

Desço para o centro
Sinto saudade da sorveteria Alvorada
Ponto de encontro de político
De namorado com a namorada

Olho a praça da matriz
Toda modificada
Do mesmo jeito da antiga matriz
Que também foi derrubada

Mas, sigo em frente sem amargura
Espanto pra longe a tristeza
Pois pra onde me viro
Só vejo a alegria e beleza

Desfaço a cara fechada e dura
Passo no Memorial de Gravatá
Antiga Casa da Cultura
E aprendo a história do lugar

Vejo também o Círculo Operário
Que faz o bem sem olhar a quem
E também a casa do vigário
Cuja beleza igual não tem

Admiro a Câmara, a Prefeitura,
As Salesianas e a Igreja Batista
Arquitetura barroca e colonial
Que encanta a todos que a visita

Depois sigo até a Estação do Artesão
Sinto muita saudade do trem
Que hoje não traz mais nada
Nem sequer para cá ele vem

Mas, conheço o artista gravataense
Como uma espécie de compensação
Vejo na sua arte o amor pela sua cidade
A emoção e o carinho na sua produção

Conheço a bonequinha da sorte
Que ninguém vai deixar de levar
Lembrança desse passeio formidável
Pelas belas ruas da bonita Gravatá.

Na frente da estação tinha a Alag
Ninho de escritor, artista e poeta
Que se mudou para rua da Praça 10
Onde a arte e a literatura tem parada certa.

Olhando para No outro lado
Posso admirar O pátio de eventos
Chucre Mussa Zarzar
Que quando tem festa fica super lotado

Porém não descanso um segundo,
E cansado não vou ficar
Porque respiro o melhor clima do mundo
Na minha querida cidade de Gravatá.

Posso conhecer mais ainda,
Se tempo eu tiver para andar
Vou na área seca ou na área molhada
Opção nunca vai me faltar.

Túneis, florestas e cachoeira,
Chalés, montanhas e matas,
Rios, açudes e ladeira
Beleza natural é o que não falta.

Tem reserva ecológica
Rapel pra descer e cavalo pra cavalgar
Motocross e bacurau
E o parque Monsenhor Cremildo pra caminhar

É beleza de leste a oeste
Por isso não posso deixar de lembrar
Das mais belas flores do agreste,
Que são as lindas mulheres de Gravatá.

Por isso todo 15 de março
É dia de lhe parebenizar
Não posso deixar de me lembrar
Da minha amada cidade de Gravatá

Amo a minha Crauatá,
Esse lugar de gente feliz e bonita
E assim como eterno turista
Sempre vou Gravatear
E dese jeito agora lhe convido
Par vir comigo gravatear

Eu Gravateio
Tu Gravateias
Ele Gravateia
Nós Gravateamos
Vós Gravateais
Eles Gravateiam

No dia 15 de março Gravatá completa 124 anos de fundação. Vivo por estas bandas desde os oito anos de idade quando acompanhava meu pai no trem que vinha trazer materiais e produtos para os sapateiros da região. Depois já por volta dos 18 anos comecei a vir todos os finais de semana. Em 2000 depois de me encerrar minhas atividades como assessor de comunicação da Prefeitura do Recife, onde fiquei por 30 anos, vim morar de forma definitiva nessa cidade que aprendi a amar. Hoje faço parte com muita honra da Academia de Letras e Artes de Gravatá, recebi o título de cidadão desde 1997, portanto a 20 anos atrás e assim criei laços indissolúveis com a região e com a população nativa e flutuante.

Para homenagear essa cidade que tanta alegria e satisfação me dá, além de oportunidades empresariais e onde vivo com minha família, fiz esse poema que fala da minha alegria de poder andar pelas ruas de Gravatá. E agora convido você a dar comigo um passeio por essa cidade bonita, como bem definiu  Osiris Caldas o nosso saudoso artista.

Por Tomaz de Aquino
Jornalista e escritor

www.tomazdeaquino.com.br

Em homenagem às mulheres nesse mês de março publico baixo o poema que fiz para que o homem possa lembrar da importância que tem a mulher na sua vida:

O Dia da Mulher

A mulher é uma criação divinal
Feita pelas mãos de nosso Senhor
Uma criação especial
Feita com muito carinho e muito amor
Para ser companheira do homem
Na alegria, na tristeza ou na dor

O dia da mulher
É hoje, é amanhã, é todo dia
Porque todo dia ela luta pra viver
Com esperança e com muita alegria
Pra toda dificuldade vencer
Sem ela o mundo não existiria

A mulher tem intuição
Tem fibra, tem garra e tem raça
Tem amor no coração
Muito charme e muita graça
Pra deixar doido todo homem
Em qualquer lugar que ela passa

A mulher tem perfume natural
Tem beleza de rosa, Tem cheiro de flor,
Mexe mais do que cobra em areia quente
Deixa o homem com muito calor
Tem muito charme e muito jeito
Pra pegar o sujeito e viver um grande amor

A mulher é sincera e é honesta
Quando ama é leal e fiel
Vive e morre pra sua família
Luta pelo leite, pelo favo e pelo mel
Mas, vira fera furiosa
Se alguma coisa ameaça o seu céu

A mulher sábia edifica o seu lar
A tola com suas mãos só faz destruir
Por isso Deus lhe deu sabedoria
Pra com seu amor construir
E viver pra sua família
Decidindo o que tem que decidir

Mulher é mulher, é mãe, é avó,
É irmã, amiga e companheira
De toda hora e de todo momento
Sempre pronta pra ser conselheira
Aconselhando com o bom pensamento
De uma mulher verdadeira

Mulher é coisa tão boa
Que muito homem esperto
Quer ter mais de uma
E ainda acha que está certo
Ter duas três, ou até mais
Mesmo que seja uma longe e outra perto

O homem se a mulher deixasse
Tinha era pra mais de cem
Mas como adultério é pecado
Ele não monta um harém
Embora fique pensando
Que mais de uma não faz mal a ninguém

A mulher é jóia preciosa
É bela, é linda, é graciosa
Feita pelas mãos de Deus
É forte, é firme, é formosa
Flor que logo desabrocha
Na mais bela das rosas

É ela que toma conta de tudo
Com amor e com compreensão
Não deixa espaço vazio
Não fecha o seu coração
Acolhe a quem precisa
Com muita comoção

Por isso que um só dia
Não dá para homenagear
Só mesmo um louco sem juízo
Pode achar que num dia dá
A vida toda ainda é pouca
Para poder lhe agradar

O dia internacional da mulher
Tem que ser todo dia
Pra todo dia ela ser feliz
Sem sonho, nem fantasia
Mas tudo muito real
Pra lhe dar muita alegria

Por isso quero agora
Uma mulher destacar
Minha esposa Célia Tomaz
Que sempre do meu lado está
Em seu nome quero homenagear
Todas as mulheres de Gravatá

Por Tomaz de Aquino
jornalista e escritor

www.blogdotomaz.com.br

Muitos portugueses vindo para o Brasil e muitos brasileiros indo para Portugal com o mesmo objetivo investir no mercado imobiliário.

Em alguns casos até empresas com a união de empresários dos dois países têm surgido e assim muitos empreendimentos imobiliários vão aparecendo tanto nas terras lusitanas como na brasileira.

Entretanto, com a crise financeira do Brasil, a balança está pendendo mais para o lado dos portugueses, pois os brasileiros passaram a ocupar a segunda posição de investidores de fora da união européia em investimentos imobiliários em Portugal, com 10%, enquanto os britânico investem 19% e a França aparece com 25%.

“Há dois anos digo publicamente que o investimento brasileiro tem um enorme potencial para o nosso imobiliário. A procura se acentuou ainda mais devido à crise econômica, política e social que o Brasil atravessa. Não há dúvida de que os investidores brasileiros estão a encaminhar seus investimentos para Portugal”, disse Luís Lima, presidente da Apemip, existe uma correlação entre o dinheiro que sai com destino ao outro lado do Atlântico e o momento conturbado que o país atravessa.

Para atrair os brasileiros os empresários portugueses participam de eventos ligados ao setor no Brasil mostrado as vantagens de se investir em terras portuguesas e atraindo investimentos como afirma Rafael Ascenso sócio da imobiliária Porta da Frente que hoje vende mais a brasileiros do que aos próprios portugueses: “Nós realizamos cerca de 10 viagens por ano ao Brasil para participar de encontros e eventos ligados ao setor, e o resultado é ótimo. Cerca de 40% do nosso volume de negócios hoje vem do Brasil, o que significa que vendemos mais imóveis para brasileiros do que para portugueses”, diz Ascenso.

Aproveitando uma viagem a Portugal, mesmo que seja de lazer ou negócios em outras áreas qualquer brasileiro se sente atraído pelas ofertas e promoções do mercado imobiliário português e terminam adquirindo imóveis e assim aumentando o número de brasileiros com investimentos em Portugal.

foto: divulgação prefeitura de Gravatá

foto divulgação: prefeitura de Gravatá

O dia de hoje começou com uma grande movimentação nas ruas de Gravatá provocada pelos proprietários de casas de veraneio preocupados em organizar as suas casas de campo para receber seus amigos durante o período de carnaval. O armazéns de construção, os supermercados, a feira receberam a visita desses moradores de segunda residência interessados em adquirir produtos e serviços para terem um carnaval tranquilo e sem surpresas.

Nos hotéis e pousadas a arrumação também foi a tônica na expectativa de receber os hóspedes que fizeram as suas reservas e que já chega a mais de 90% de ocupação. Coo não podia de ser os restaurantes, bares e lanchonetes também complementaram as suas necessidades de alimentos e bebidas a fim de atender bem a todos que vão optar pelo destino Gravatá nesse carnaval.

Gravatá vai oferecer aos seus turistas tanto o carnaval agitação com frevo, trio elétrico, bandas e blocos, como o carnaval da traquilidade, da boa música com o Jazz Festival que acontece em sua segunda edição na cidade. Outro evento que também vai atrair um bom público é o encontro de orquestras de frevos, que será realizado pela terceira vez, visto que já aconteceu duas vezes em gestões anteriores.

O Palco já está montado, as ruas já estão decoradas e os eventos já ocorrem desde ontem com a saída de blocos tradicionais e característicos do município. A partir de sábado tem iníicio o Jazz Festiva cuja programação você vê agora:

Programação

25 de fevereiro, sábado
Léo Gandelman Quarteto (RJ)
Derico Sciotti (SP) & Uptown Band
Dasta Gomes & The Smokin Snakes (RN)

26 de fevereiro, domingo
Nuno Mindelis (Angola)
Taryn Szpilman (RJ)
Adriano Grineberg (SP)

27 de fevereiro, segunda-feira
Encontro de orquestras de frevo saindo da rua 15 de novembro
Rosa Marya Colin (RJ)
Igor Prado Band (SP)
Tributo a Frank Sinatra com Arthur Philipe & Quintessence (PE)

28 de fevereiro, terça-feira
Tributo a Tim Maia em blues com Big Chico (SP) e Jefferson Gonçalves (RJ)
Allycats (PE)
Anika Chambers (USA)

Com tudo isso para oferecer aos turistas Gravatá espera lotar os hotéis e pousadas, encher os privês de amigos dos moradores e atrair um bom público flutuante  para o day use da cidade.

Venha para Gravatá você também e nós ainda temos casa para alugar com preços inacreditáveis acesse agora www.vejacasa.com.br ou passse um zap para 81 9.99892523.

Por Tomaz de Aquino
jornalista e corretor de imóveis

 

“Quem bebe da água de Gravatá não vai mais embora”. Ditado popular da região para mostrar que quem visita Gravatá fica por aqui de vez ou volta sempre.

A cidade de Gravatá está localizada na chapada da Borborema a 85 Km da capital Recife, com acesso pela BR 232.

Gravatá é um dos pontos turísticos mais procurados do estado por todos àqueles que querem descansar, passear, conhecer a região do agreste e do brejo de altitude e oferece aos turistas e visitantes, inúmeras opções de hospedagem, gastronomia, passeios e eventos que garantem uma estadia agradável, a satisfação da visita e a vontade de retornar.

Encravada na Serra das Russas, a 600m acima do nível do mar, Gravatá possui características particulares que a tornam única como a existência de dois biomas: o de semiárido e o de Brejo de altitude, um clima de montanha numa região tradicionalmente seca e quente.

Gravatá também possui um povo pacífico, ordeiro, receptivo e feliz que está sempre pronto a receber os turistas de braços abertos como a imagem do Cristo redentor que fica no Alto do Cruzeiro, um dos pontos de turismo do município.

Nós separamos nessa matéria 10 coisas que você pode fazer para curtir tudo que a cidade de Gravatá oferece aos turistas.

1ª – Conhecer as belezas da Serra das Russas

Você pode começar a sua estadia em Gravatá visitando a Serra das Rusas, parando no santuário de Nossa Senhora para os que são católicos, ou para admirar a beleza do planalto da Borborema no agreste do estado.

nossa senhora

foto: a voz da vitória

 

2ª – Tomar Café com queijos especiais

Saindo da Serra das Russas você dá uma parada pertinho do posto da PRF logo depois da saída do túnel e vai tomar um excelente café acompanhado de queijos especiais na Campo da Serra.

O espaço gastronômico oferece um delicioso café orgânico produzido nas terras altas de Taquaritinga do Norte além de outras opções oferecidas por parceiros que sempre se fazem presente no local.

campo da serra

 

3ª – Fazer um tour pelo centro histórico da cidade

Depois desse café agradável, em boa companhia, batendo um bom papo com apaixonados por Gravatá, você vai dar um mergulho na história do município e vai conhecer o centro histórico com seus casarios, lembrança da época de ouro dos curtumes e doados ao governo municipal por Joaquim Didier proprietário do curtume São José o maior da américa latina na década de 50.

O Paço Municipal (atual prédio da prefeitura), a Câmara de Vereadores, o Colégio das irmãs Salesianas, a Casa da Cultura, o Salão 3S, a estação do Artesão são casarios que lembram o período barroco e também colonial, ricos em detalhes, donos de uma beleza ímpar que encanta a todos que os visitam.

salesianas

4ª – Visitar o Alto do Cruzeiro

Depois de passear pelo centro da cidade você vai dar uma subidinha no Alto do Cruzeiro e conhecer um dos pontos mais bonitos de Gravatá. Uma imagem de um cristo redentor com 40m de altura, um cruzeiro e a igreja de São Francisco, além de bares e restaurantes compõem o cenário do Alto do Cruzeiro.

Você também pode conhecer o GAMR – Grupo de Apoio aos Meninos de Rua que desenvolve um trabalho social nas áreas de dança, arte e fotografia com crianças carentes da região e tem também uma pizzaria que funciona nos finais de semana a noite.

alto do cruziero

5ª – Caminhar pelo Polo Moveleiro

Ao descer do Cruzeiro você vai até o Polo Moveleiro de Gravatá, na rua Duarte Coelho conhecida como a rua do artesanato que reúne mais de 50 lojas com produtos da terra e também de outros estados, além dos móveis rústicos que originou o nome do espaço.

Uma das lojas famosas do local é a Artes da Serra que fica no número 167 da rua, especializada em mantas, redes, crochés, tapetes e cortinas confeccionados em teares manuais e feitos com algodão natural.

A noite no Polo você pode curtir bons momentos nos barzinhos, restaurantes e lanchonetes do local. Um desses é o Regional Grill especializado em comidas típicas da região e que sempre atrai um bom público.

 

polo moveleiro

6ª – Visita às reservas Ecológicas

Gravatá possui três reservas ecológicas a Karawatá na região do agreste, a área seca da cidade e duas na área molhada, ou brejo de altitude a da Serra do Contente e a Reserva Ambiental Florestas do Jussará a 5 Km e 15 Km do centro, respectivamente.

Lá você vai poder tomar banho nas fontes de água mineral, conhecer o plantio de flores que faz de Gravatá o segundo polo produtor de flores temperadas do Nordeste e também a produção de orgânicos que gerou a feira ecológica que acontece todo sábado junto da Igreja Matriz no centro e que também já acontece na capital Recife e em Olinda.

Vai observar pássaros e árvores nativas da região e caminhar por trilhas bucólicas e ricas em diversidade de fauna e flora e, quem sabe, vai ter a sorte de ver os caranguejos de brejo de altitude, isso mesmo caranguejos a 100 Km do mar e numa altitude de mais de 500m.

reserva jussará

 

7ª – Visitar a Pedra Branca

Situada na região do sítio Caboclo, que foi propriedade do fundador de Gravatá, Justino Carreiro de Miranda, que fica a 5 Km do centro da cidade, a Pedra Branca dá ao visitante uma vista panorâmica da região da chapada Borborema mostrando a cadeia montanhosa e rica em variedade do Brejo de Altitude.

 

8ª – Visita a Pedra Vermelha

Localizada no semi árido gravataense a Pedra Vermelha apresenta resquício dos primeiros habitantes de Gravatá, os índios carapotós e tapuias da serra, que deixaram as suas marcas em forma de desenhos rupestres nas pedras e nas grutas da localidade.

É uma viagem arqueológica e muito especial numa região inóspita e pouco habitada que nos remete aos primórdios da formação da região do agreste com seus répteis, seus animais típicos como o quati, raposa, além de aves como a seriema, o gavião e tantos outros, alguns, inclusive, já extintos.

9ª – Tomar banho nas cachoeiras da Palmeira

Se você quiser tomar um banho especial nas cachoeiras Agrestina então nada melhor do que se dirigir ao distrito de Palmeiras que fica a aproximadamente 20 Km do centro da cidade e é uma região rica em plantio de bananas que todo sábado enchem a feira de Gravatá.

cachoeira da palmeira

10ª – Visitar os haras de criação de cavalos

A cidade de Gravatá também é conhecida pela criação de cavalos de raça com destaque para a Quarto de Milha e Mangalarga Machador. Muitos haras estão instalados no município e oferecem belos exemplares das espécies em feiras, leilões e mercados.

Muitos eventos como vaquejada, cavalgada e cavalhada, acontecem rotineiramente na cidade e anualmente temos a Festa do Cavalo que atrai um bom público apaixonado pelos cavalos e por tudo que se relaciona com o mercado do cavalo.

festa do cavalo

Tudo isso você pode fazer em Gravatá que ainda realiza grandes eventos como o festival do Jazz no carnaval, a Semana Santa, o São João e o Natal Luz.

Por tudo isso, você não pode deixar de conhecer essa cidade com seus chalés, seu relevo montanhoso e seu clima frio que é considerado o 5º melhor micro clima do mundo pela OMS (Organização Mundial de Saúde)

Venha passar o Carnaval em Gravatá, lugar de gente feliz e se você optar por ter uma casa na cidade é só acessar a www.rota232.com.br e entrar em contato com Tomaz de Aquino, jornalista e corretor de imóveis pelo e-mail: tomazdeaquino@rota232.com.br.

Já pensou finalmente você poder comprar seu terreno e ter a sua casa na cidade de Gravatá.
Agora você pode!
Ainda restam algumas unidades no loteamento Serra Nobre que conta com toda infra estrutura de água, luz, ruas abertas com meio fio e prontos para construir.
Além disso, o loteamento Serra Nobre fica nas margens da Perimetral de Gravatá, próximo ao centro da cidade, com fácil acesso para a BR 232 e numa área muito habitada.
É tudo isso que o loteamento Serra Nobre oferece para você e sua família: a grande oportunidade de adquirir o seu lote com preços a partir de R$ 55 mil reais a vista ou financiados diretamente com o proprietário com uma entrada de apenas R$ 13.750,00 e o restante em 60 prestações a partir de R$ 668,00
Agora no carnaval estaremos de plantão esperando por você: ligue ou passe um zap para 9.99892523 ou 9.96154672 ou então www.vejacasa.com.br e fale com Tomaz de Aquino Creci 10.966

 

O Novo coordenador da Câmara Setorial dos Corretores Imobiliários de Caruaru vai apresentar esse mês as suas ideias e projetos para o mercado imobiliário do município e da região.

A Câmara Setorial dos Corretores de Imóveis de Caruaru – Casecoi que integra a Associação Comercial de Caruaru – Acic, é responsável por um dos maiores eventos do segmento, o Salão Imobiliário de Caruaru e outras ações que colaboram para o crescimento do setor imobiliário.

Confira também a nova diretoria da Acic

Presidente: Pedro Leopoldo Nogueira de Miranda
1º Vice-Presidente: Alfredo Alves da Cunha Neto
2º Vice-Presidente: Susiany Ferreira Liberato Ramalho

Vice-Presidentes:
Para assuntos do Comércio: Luverson Lúcio de Lima Ferreira
Para assuntos de Serviços: Marcio Cristiano Mahon e Silva
Para assuntos da Indústria: José Carlos Clímaco
Para assuntos das Câmaras Setoriais e Núcleos Especiais: Moema Duarte Ribeiro de Oliveira

Diretores:
1º Secretário: Luiz André Ferreira Santos
2º Secretário: Danielle Lago Bruno de Faria
1º Diretor financeiro: Newton Cândido Montenegro
2º Diretor financeiro: Ana Paula Pessoa Tavares
Diretor Administrativo: Bernardo de Lima Barbosa Filho

Conselho Fiscal:
Wamberto Aurélio Zenaide Barbosa
Paulo Muniz Lopes
João Melo Neto

Suplentes do conselho Fiscal:
Luiz Joaquim Vicente Neto
Wellington José Florêncio
Ricardson Wagner Sete de Moura

Comissão de Sindicância:
Silvio César Silva
Jaime Anselmo da Silva Filho
Geraldo Jorge da Silva Rodrigues Espíndola

nilton cunha

Professor Nilton Cunha

O industrialismo clássico, o tipo de sociedade analisada por Karl Marx, Max Weber e Emile Durkheim, o tipo de sociedade habitado por grande parte dos ocidentais até cerca do último um quarto (1/4) do século passado não existe mais.

A ideia básica de sociedade pós-industrial corresponde à mudança de uma sociedade em que o emprego era baseado na indústria e passa a ser baseado nos serviços, com rápido crescimento de oportunidades de empregos para profissionais liberais.

Nessa sociedade, o conhecimento não só determina, em um grau sem precedentes, a inovação técnica e o crescimento econômico, mas está se tornando rapidamente a atividade chave da economia e a principal determinante da mudança ocupacional.

Segundo o sociólogo Daniel Bell, a teoria do valor do trabalho, da maneira formulada por uma sucessão de pensadores clássicos, de Locke e Smith a Ricardo e Marx, é obrigada a ceder lugar a uma “teoria do valor do conhecimento”. Agora, “o conhecimento, e não o trabalho é a origem do valor”.

Os teóricos dessa nova sociedade comentam que o conhecimento progressivamente influencia o trabalho de duas formas. A primeira é o aumento do conteúdo do conhecimento do trabalho existente, no sentido de que a nova tecnologia adiciona mais do que retira da qualificação dos trabalhadores. A outra é a criação e a expansão de novos tipos de trabalho no setor do conhecimento, de modo que trabalhadores em informação e profissionais liberais serão predominantes na economia.

Este processo tem levado ao crescimento do “credencialismo” – isto é, a exigência de credenciais (qualificações) mais altas, inclusive, para os mesmos empregos – e o conhecido processo de inflação de rótulos de empregos e autopromoção ocupacional.

As mudanças mais recentes confirmam a tendência na nova economia, destinada a promover uma sociedade formada por números sempre maiores de profissionais com mais alto grau de conhecimento, especialmente em saúde, educação e bem-estar social, juntamente com empregados em atividades científicas e técnicas.

Os trabalhadores em “serviços humanos” e em “serviços profissionais” correspondem à viga mestra da nova classe de serviços e parece que não há como escapar dessa realidade nua e crua que permeia a contemporaneidade.

Você está buscando se qualificar e entrar no paradigma de aprender a aprender e ao processo do credencialismo? Se não estiver, provavelmente levará uma trombada e um cartão vermelho da nova economia pós-industrial da sociedade pós-moderna.

Nilton Cunha
Professor e escritor

Câmbio
Dolar R$ 3,86
Euro R$ 4,42
Café Rota 232 ir para o canal
Vídeo
Vídeo
Curta nossa página