Perfil Empresa
A Ponte é de Ferro, mas é fraca precisa de restauração
 
Na foto o destaque é para a Ponte Preta ou Ponte Velha que serviu durante muitos anos para o trem chegar a estação de Gravatá. A ponte faz parte do conjunto ferroviário implantado no século XIX e a natureza nos brinda com um belíssimo arco íris, a luz para o nosso projeto.
 
Muita gente ontem entrou em contato apoiando a ideia de conhecermos Gravatá, descobrindo as suas belezas, contando as suas histórias e buscando a preservação e a defesa do patrimônio cultural, artístico, material e imaterial do nosso município.
 
O nosso objetivo é realizar caminhadas com um grupo e dentro desse grupo termos o apoio de jornalistas, fotógrafos, geógrafos, biólogos, turismólogos, marqueteiros e todos que gostam de caminhar, contemplar a natureza, curtir a vida para criarmos um produto turístico para a cidade de Gravatá que ultrapasse a barreira das gestões azul ou vermelha, que seja um projeto da cidade e para a cidade.
 
Se você quer descobrir Gravatá então junte-se a nós e vamos botar o pé na estrada.
 
Já formamos um grupo no zap chamado Guia Rota 232 para nos comunicarmos com os interessados, teremos um programa no youtube no canal rota232, também teremos um guia com cada lugar que vamos visitar, além de páginas no instagram e nas redes sociais.
 
Hoje essa ponte encontra-se abandonada, sendo corroída pela ferrugem e sem nenhuma perspectiva de um projeto de restauração desse rico patrimônio. A fundo você o Rio Ipojuca outro bem da cidade, também em péssimo estado de conservação e as casas e moradias do Bairro Novo e do começo do Monte das Graças à esquerda.
Passe um zap agora 81 9.99892523

O Pé da Serra vai virar parada obrigatória

Sempre com uma visão empreendedora e com os olhos nas tendências mundiais o empresário Assis Souza que migra do ramo da hotelaria para a gastronomia está implantando um projeto gastronômico que vai se tornar referência e com certeza mais um case de sucesso: o Rancho Burger que não é apenas uma lanchonete, mas um mix de lojas de artesanato, confecção, lanchonete, padaria, bar, restaurante, seguindo os modelos mais usados atualmente no mercado mundial.

Com temática country e voltado par os amantes dos esportes equestres como vaquejada, cavalgada e também para empreendedores do mundo do cavalo, os apelos referenciais para o cowboy, na verdade, vaqueiro nordestino o espaço ocupa uma área de 5 hectares, tem o prédio principal que funcionará como galeria, a área dos trabalhadores e uma área para a construção de um arque temático destinado aos apaixonados pelo cavalo.

Tomaz da Rota 232 conversa com Assis do Rancho Burger

A ideia é de que o local se transforme em mais um ponto turístico de Pernambuco, se tornando uma parada obrigatória para quem segue com destino a Caruaru e passa pela Serra das Russas onde está localizado o Rancho Burger, dando ao segmento turístico mais um atrativo para o público classe A que busca novas alternativas de se divertir nesse período pós pandemia.

Um outro fator muito importante é que o Rancho Burger trará para o pé da serra o desenvolvimento imobiliário e servirá como âncora para a implantação de novos projetos e com plantas voltadas para loteamentos, privês, mini chácaras, alavacando a região e mudando o cenário e a geografia do local.

Hoje 09.09, Assis, dará o start no seu inovador projeto de gastronomia e negócios.

Tomaz, Gustavo e Norberto sempre na vanguarda imobiliária

E nós, que fazemos a Rota 232, estaremos presente trazendo todas as informações para você que deseja conhecer um ambiente com todas as características dos salões de faroeste americano, mas, acima de tudo com espaços agradáveis para você desfrutar de momentos inesquecíveis e assim possa se apaixonar pela região do Agreste, comprar seu terreno ou sua casa e passar a ser mais um morador desse pedaço de chão que só traz alegria para quem já tomou a decisão de morar ou investir em Gravatá.

 

 

 

Dia 09.09 Gravatá ganha o seu Rancho Burger na BR 232 – Km 76 – Serra das Russas, no sentido Caruaru.
O Rancho Burger é um projeto arrojado do empresário Assis Souza, de Caruaru, que não vê a hora de entregar ao interior de Pernambuco, mas especialmente ao Agreste Pernambucano, este belo empreendimento que servirá para criar mais um polo gastronômico na região de Gravatá e dessa vez com a temática dos cowboys ou dos vaqueiros nordestinos.
Já é rotina desse empresário derrubar as barreiras, desbastar as rochas e nivelar os terrenos das dificuldades para implantar projetos de sucesso que se tornam cases em sua vida e assim vai deixando o seu legado empreendedor para as futuras gerações.
A partir do dia 10 você passa a ter mais uma parada obrigatória no caminho para Gravatá: O Ranho Burger. O melhor da sua viagem.

 

Capela de São Roque Zona Rural de Chã Grande

A cidade de Chã Grande localizada no agreste de Pernambuco, a 85 Km da capital, numa da regiões mais bonitas do estado, lançou o ano passado a sua primeira Rota Eco Turística para dar início ao desenvolvimento do turismo sustentável e ao mesmo tempo mostrar o potencial e as belezas do município para todos e assim atrair investimentos nas áreas habitacional e hoteleira.

Parado por conta da pandemia o projeto será retomado tão logo as atividades voltem ao normal, a prefeitura vem estudando junto com um grupo de trabalho criado para o desenvolvimento do turismo rural mais alternativas para garantir retorno financeiro aos pequenos produtores, micro empresários, artesãos, artistas plásticos, ceramistas, etc.

A Rota já inclui pontos centrais como: Centro Cultural Maria Madalena Gomes de Vasconcelos a loja Artes de Chã Grande, a Praça da Bíblia, a Igreja Matriz, as Janelas do Colégio XV de Março.

Conta também com o tour rural descobrindo às belezas da zona rural como a produção de hortifrutigranjeiros em sistema hidropônico, o Engenho Sanhaçu que já recebeu diversos prêmios pela sua cachaça, a Associação Terra Viva que desenvolve projetos de inclusão com os jovens.

Em seguida faz um tour religioso com visita a Capela Padre Pio, a capela de São Roque, a comunidade Mahabhumi e segue pelo Hotel HighLander, caminha pela PE 071, onde o passeio termina na Loja de Artesanatos da Vila Santa Luzia.

Essa sem dúvida será uma boa programação pós pandemia, mais informações passe um zap 81 9.96571757

 

 

Parabéns Gravatá pelos seus 127 anos

Lá de cima do cruzeiro
Vejo uma paisagem infinita
Que um dia Osiris Caldas
Chamou de “Cidade Bonita”

Desço pela frente do cemitério
Morada de quem se vai dessa vida
Ao encontro do grande mistério
Fazendo a derradeira despedida

Desço também pelo outro lado
admirando o belo fim de tarde
Lentamente, degrau por degrau
Na histórica escada da felicidade

Vou andando pela rua Sete
Sento um pouco  na Praça Dez
curto a brisa do agreste
Descanso um pouco os meus pés

De cima do Pontilhão
Vejo a montanha esverdeada
Depois visito a praça, a  Matriz
e continuo a caminhada

Sigo em frente
Passo na Casa da Cultura
Conheço a história da gente
Que tem história de fartura

Admiro a Câmara, a Prefeitura
As Salesianas e muito mais
Vejo a beleza da Arquitetura
Dos casarões sem iguais

Vou à estação do Artesão
Pertinho da linha do trem
Conheço o artista gravataense
Cuja arte igual por aí não tem

A bonequinha da sorte
Ninguém vai deixar de levar
Neste passeio formidável
Pelas belas ruas da bela Gravatá

Na Estação do Artesão
Vejo escritor, artista e poeta
Vou à Academia de Letras e Artes
Onde o talento tem parada certa

No outro lado da rua
Posso admirar
O pátio de eventos
Chucre Mussa Zarzar

Não descanso um segundo,
Mas cansado não vou ficar
Respiro o 5º melhor clima do mundo
Na minha querida Gravatá

Conheço muito mais ainda
Se tempo tiver para andar
Na área seca ou na área molhada
Opção não vai me faltar

Túneis, flores e cachoeira
Chalés, montanhas e matas
Rio, açude e ladeira
Beleza natural é o que não falta

É beleza de leste a oeste
Por isso não posso deixar de lembrar
Das mais belas flores do agreste
As lindas mulheres de Gravatá

Amo Gravatá,
Um lugar de gente feliz e bonita
E como eterno turista
Sempre vou amar Gravatá
E nunca tirá-la da minha vista
Por isso vamos todo GRAVATEAR

Eu Gravateio
Tu Gravateias
Ele Gravateia
Nós Gravateamos
Vós Gravateais
Eles Gravateiam

Por Tomaz de Aquino
Jornalista e escritor

O Polo Moveleiro de Gravatá ganha mais uma loja de artesanato e móveis: A Empório das Artes dos jovens irmãos e empresários Tamires e José Soares.

Com foco nos móveis rústicos de fabricação própria e contando com parcerias de artistas plásticos como Cintia com sua arte sacra e Aquino com seus pássaros nordestinos a loja abriu ao público no início de janeiro e já é uma das que se destaca no comércio de arte local.

A Empório das Artes está localizada na rua Duarte Coelho 180, loja 2 e atende pelo celular que também é zap: 81 9.99968552

Você não pode perder o São João de Gravatá!

Venha dançar o forró, se deliciar com as comidas típicas do período junino, acompanhar o São João Comunitário e se divertir com a sua família.

Você ainda vai relaxar no clima de montanha, passear pelo centro turístico, comprar artesanato no Polo Moveleiro e na Estação do Artesão, conhecer o maior parque de aventura do Nordeste o Karawatá com uma tirolesa de mais de 1 Km, comer um bom fondue, tomar um bom vinho e desfrutar de uma das cidades mais encantadora da região.

Tudo isso já começou e espera por você venha para o São João de Gravatá e nesse sábado dia 15 você vai se esbaldar com a banda Fulô de Mandacaru campeã do Show dos Artistas da Rede Globo.

Olha o convite da banda para você.

 

Fazendo oposição ao prefeito Joaquim Neto e disposto a unir as oposições para as eleições de 2020, o líder do PT em Gravatá, Eduardo Cassapa fala dos projetos políticos do partido para o próximo pleito, de como pretende convencer os outros partidos a se unirem em torno de um projeto comum que é o de conquistar a prefeitura. Acompanhe agora a entrevista de Cassapa ao jornalista Tomaz de Aquino. Acesse nosso canal no youtube e acompahe a entrevista com Eduardo Cassapa:

O artista plástico Aquino de Gravatá e mais uma janela para restaurar

O Artista plástico Severino Tomaz de Aquino, apelidado de Aquino de Gravatá pelos seus amigos, tem entre as características de seu trabalho a de reaproveitar madeiras. Janelas, portas, restos de móveis de madeira de lei, são levados para a sua oficina que fica no seu ateliê e de onde saem as peças já recuperadas e com uma nova função.

A Janela velha da foto acima e do vídeo abaixo, (velha só por conta da idade), por exemplo se transforma num belo objeto de decoração passando pro um processo de retirada de tintas antigas, deixando algumas áreas coloridas para que se observem as camadas anteriores que são lixadas, envernizadas e depois enceradas.

As dobradiças e ferrolhos também são reavivados recebendo um banho com produtos químicos como soda cáustica, vinagre para que ganhem um aspecto original, conservando brilho e beleza. Nesse caso específico a janela ganhou espelhos no lugar dos vidros, mas em outros casos são pintados elementos  da fauna e da flora nordestina.

Todo sábado aqui no Café Rota 232 você vai conhecer trabalhos do artista plástico Aquino de Gravatá em cerâmica, tela, madeira, tecido, enfim sobre diversos materiais.

 

 

 

Tiça e seus dedos mágicos fazendo arte em Gravatá

Por Tomaz de Aquino
jornalista

A artista plástica Tiça Prota leva toda beleza de sua arte para a cidade de Gravatá e realiza oficina de artes plásticas na tapiocaria das Lu, no Polo Moveleiro.

Tiça é conhecida pela sua maneitra de pintar sem pincéis, usando apenas os dedos para as temáticas que desenvolve como florais, figurativos e sacros.

Outra características de Tiça é a tônica que dá aos seus trabalhos lembrando sempre os corais do fundo do mar com suas cores vivas e com suas formas estilizadas e misturadas.

Veja como foi a oficina de Tiça Prota denominada de Tiça Prota aos Trancos e Barrancos, como é a vida da maioria dos artistas, no video abaixo: assine o nosso canal, dê um like….

Câmbio
Dolar R$ 5,77
Euro R$ 6,74
Café Rota 232 ir para o canal
Curta nossa página