Perfil Empresa

Paulo Sales

Amanheço! Simplesmente no mesmo teatro, cenário mórbido e putrefato. Afrontamento moral, Sob o ápice do ultraje ético. Depreciar, Figurativamente sinônimo de criticar. Àquela ‘arte de julgar’, do grego kritibe, hoje em desuso, Permanece por destruir a obra, e desdenhar o autor. Todos serão condenados, Quer façam ou não, algo de enlevo Pois a voz do inerte e do opaco, Será um eco de erudito Pronunciamento, do ódio e da malícia. Força inútil. É tolerante a compreensão, dos que sofrem o arresto dos seus sentimentos. A mente doente pode infeccionar o corpo. Alerta, ao julgar seja justo. Enumere teus erros, Observe teus traumas, some teus fracassos, supere todos, Reconstrua, refaça o teu caminho. Retire a inveja que assombra o teu espírito, dignifique teus atos e condutas, Análise filosoficamente cada ponto do teu pensar, E cadaVírgula do teu agir. Agora estarás pronto para ser um crítico. Já não és um inoperante invejoso.

Em outubro acontece a eleição para o conselho tutelar de todas as cidades do Brasil. Nessa eleição são escolhidos cinco conselheiros tutelares e cinco conselheiros suplentes que formação a direção do Conselho Tutelar de Gravatá.

Por lei cada conselheiro recebe um salário de R$ 4 mil reais por mês e não é subordinado ao prefeito, ou seja, o prefeito não pode demitir a seu bel prazer porque eles não são cargos comissionados do município, não são ligados à gestão que está administrando a cidade.

Uma das exigências que a lei exige para os candidatos a conselheiro é que eles já desenvolvam atividades de defesa da criança e do adolescente, seja em associações, seja em parceria com empresas que trabalham para ajudar aos carentes, em orgãos públicos, etc, a fim de garantir que a eleição não se transforme numa disputa meramente eleitoral em função do salário pago.

Para que o candidato seja bem preparado será oferecido o curso de Conselheiro Tutelar com matérias específicas e necessárias às tarefas que serão desenvolvidas quando da eleição para o conselho, entre as quais destacamos: marketing pessoal, marketing digital, oratória, redação, legislação e prática dos conselheiros.

Para fazer a sua inscrição acesse: www.capacitacursos.com.br/perguntaqui ou passe um zap para 81 999892523.

 

Paulo Sales, advogado e poeta

Reis orgulhosos e sanguinolentos, Homens sendo seu próprio carrasco. Preconceituosos, Escondidos à sombra, ao manto da tolerância, Irônicas reverências, Ao culto do poder. A corrida na superfície atrás de um tesouro. O dever para com Deus, Tolerante cortesia.

Que duram poucos segundos, Na mente dos loucos, Esdruxulamente divertidas. Seguidores desprezíveis e libertos de honra, Bobos de uma corte transitória e arruinada, Serviçais imóveis. Imensos leques de pedras, Escadas olímpicas, Foram criadas, erguidas, Em degraus iguais e sem distinção. Por operários, obreiros libertos, Hoje servos da vaidade real, Ultrajados por seus súditos.

Sábios os que escoltam um líder, Pois a verdade transcende, Gratificando os que merecem, Preferindo a igualdade que a soberba, A assinatura firme no lugar da falsa palavra. Tudo é passageiro, Não existe reino terreno, tampouco subordinados. A fraternidade, a fertilidade da romã.

Onde a prosperidade é símbolo, Está o caminho. O criador é uno, não se limita a castelos e vassalos. No universo é encontrado, Mas reside no coração humano.

 

Fernandinho Dj como é conhecido conversou com o jornalista Tomaz de Aquino, no seu programa Bata Papo com Tomaz sobre o primeiro encontro cultural de Garanhuns que aconteceu de 2 a 5, durante o período de carnaval e que agora vai fazer parte do calendário de eventos de Garanhuns.

As dificuldades, a ajuda dos amigos, o local escolhido, porque o nome Encontro Cultural e não Festival Cultural, tudo isso vai conferir agora:

Começou no sábado 2 e termina hoje às 19 horas o primeiro Encontro Cultural de Garanhuns realizado pelo radialista e Dj Fernandinho, (Fernando Monteiro) que reuniu num só espaço todas as expressões da arte e da cultura como música, artes plásticas, dança, artesanato e muitas outras apresentações que deram ao evento um tom de vanguarda e que já integra o calendário de eventos de Garanhuns.

A partir de agora e todos os anos a cidade de Garanhuns passa a contar no período de carnaval com o Encontro Cultural dando uma opção diferenciada para quem prefere o descanso, a boa música, um bom espetáculo e tudo isso em contato com a natureza preservada e exuberante do Parque Pau Pombo.

É mais uma opção no calendário turístico de Pernambuco que passa a oferecer eventos de qualidade feitos por quem vive, defende, preserva e promove a arte e a cultura, elevando o nome da cidade e dando oportunidade a artistas que de outra forma não seriam lembrados.

O Encontro Cultural de Garanhuns continua hoje com início às 11 horas e vai até às 19 horas com muita música, muita dança, belas obras de artistas plásticos, o trabalho fantástico dos artesãos e muita cultura.

 

 

 

Cordas, Flores, Cores e Poesia foi o tema do primeiro encontro cultural de Garanhuns, mais uma opção que a cidade ganha a partir desse anos, para quem deseja fugir do carnaval e curtir música, natureza, pintura e criatividade de muitos artistas que vêm se revezando durante od sias do evento que começou no sábado 02 e segue até amanhã, terça feira 5 de março.

O jornalista Tomaz de Aquino, convidado pelo promotor do encontro, Fernandinho DJ, compôs o poema que vai mostrar o encontro a todos que comparecerem, declamando a sua poesia, hoje a partir das 14 horas, assim também como motsrando a sua arte pintando ao vivo e a cores no espaço dos artistas plásticos, ao lado dos colegas Espedito, Adelmar, Eduardo Araújo (fotógrafo) Éver Romano e muitos outros que estão expondo seus trabalhos no Parque Pau Pombo onde também acontece a apresentação de repentistas, cantores e poetas.

Leia agora a poesia sobre o encontro:

Cordas, Flores, Cores e Poesia

Aconteceu em Garanhuns
O primeiro Encontro Cultural
Ideia do Dijei Fernandinho
Um evento muito especial

No Parque Pau Pombo
Misturou tudo que podia
Fazendo uma salada genial
De Cordas, Flores, Cores e Poesia

É arte e cultura por todo o parque
Músico, pintor, cantor e repentista
Irradiando alegria e felicidade
Tanto a nativo como a turista

Assim nasceu nas 7 colinas
O 1° Encontro Cultural
De Cordas, Flores, Cores e Poesia
Para quem quer fugir do carnaval

Se você não gosta de frevar
Não quer barulho na sua cabeça
Venha para o Encontro Cultural
Da loucura desapareça

De que fez tudo que queria
Dançou, cantou e misturou
Cordas, Flores, Cores e Poesia
No melhor carnaval que já passou

Na terra do frio e da beleza
Que é de todos e não de alguns
Que preserva a vida e a natureza
Dos Guarás e dos Anuns
Que se uniram em realeza
Para dar nome a cidade de Garanhuns.

Para quem  não gosta de carnaval, nada melhor do que um encontro cultural com música, dança, artes plásticas e muito bate papo e muitos encontros de artistas, artesãos, cantadores de viola, declamadores, poetas e amigos.

Foi assim que começou hoje e vai até o dia 5, o 1º Encontro Cultural de Garanhuns no Parque pau Pombo – Rubem Van Der Linden – promovido pelo DJ e diretor da rádio Antena Web, Fernandinho que teve a ideia de aproveitar os dias de momo para disseminar arte e cultura para àqueles que preferem ficar distantes da folia.

Vários artistas plásticos pintando ao vivo e a cores ao som de mésica de viola encantando aos presentes e ajudando a mostrar que a arte sempre será viva e não morre com três dias de carnaval. A arte é o ano todo e o carnaval uma semana.

Você que está em Garanhuns e quer uma programação diferenciada com MPB, bossa nova, duplas sertanejas, artistas plásticos, poetas então venha para o Parque Rubem van Der Linden todos os dias das 11 da manhã às 5 da tarde. O espaço é aberto para todos os artistas, cantores e você pode mostrar a sua criação para todos.

Acesse: www.rota232.com.br

 

O colega artista plástico Java Araújo encerra hoje (31) a sua bela exposição “Sereia é mulher e a outra metade, o que ela quiser” na galeria Ronaldo White no Sesc Garanhuns.

A sua obra tem um toque surrealista e foi baseada numa enquete nas redes sociais onde perguntou as mulheres se elas fossem sereia o que seriam da outra metade, as repostas foram transformadas em pinturas com técnicas misturadas desde a aquarela, passando pela acrílica, bico de pena, bem como utilizando elementos que remetem ao mar como pintura de sereias dentro das latinhas de sardinhas, dando um toque todo especial ao seu trabalho.

E assim surgiram mulheres aladas, tempestades, coração, vulcões e dessa forma nasceram as formas de novas mulheres que encantou a todos que visitaram o espaço e puderam desfrutar do universo de cores e ideias singulares do universo feminino.

Agradeço o convite porque assim pude acompanhar um pouco da trajetória desse grande artista o Java Araújo e agora aguardamos com ansiedade a publicação do seu livro com um apanhado de várias ilustração que fez ao longo de mais de 20 anos, desde quando resolveu se dedicar as artes plásticas.

 

 

É isso mesmo!

Estamos vendendo uma parte do paraíso no Monte das Graças, na cidade de Gravatá que fica na chapada da Borborema, que significa Água que borbulha, na linguagem tupi guarani e que forma uma bela cadeia de montanhas ao fundo transformando a sua paisagem num quadro permanente e a cada dia com um cenário diferente.

Você vai se encantar com as belezas da região, com a vista da cidade de Gravatá ao longe, com o pôr do sol e com o clima frio e aconchegante que convida para um agasalhamento mais reservado, com um bom vinho e com bons pedaços de queijos da serra.

O resto é alvenaria, concreto, madeira, telha que completa a parte da segurança do seu refúgio.

Venha conhecer o condomínio Brisa da Colina e mude a sua forma de ver e viver a vida.

Acesse: www.tomazcorretor.com.be ou passe um zap para 81 9.99892523 – 995291975

Sei que não vou ouvir todos os cantos….

 

 

 

 

 

 

Hoje eu sei que não vou ler todos os livros que quero,
Não vou conhecer todos os lugares que desejo
Não vou ter todos os amigos que espero
Não vou ganhar nem a metade dos beijos

Sei que não conhecerei todos os passarinhos
Que não ouvirei todos os seus cantos
Que não salvarei todos os seus ninhos
Que não aliviarei todos os prantos

Sei ainda que não mudarei todos os homens
Não livrarei da violência todas as  mulheres
Que não darei todos os améns
Que não reclamarei de tudo que fizeres

Sei tanta coisa e não sei de nada
Acho que foi isso que Aristóteles descobriu
Que a sabedoria é montanha de “não sei” entulhada
De tanta coisa que já foi, de tanta coisa que já se viu

De tanta coisa que não se fez
De tanta coisa que não se sabe
Por isso o poeta tira de onde não tem mais uma vez
e  coloca no pote da insensatez onde sabe que não cabe

Por fim sei que não salvarei o planeta
Que não plantarei mais uma floresta
Que não secarei todas as canetas
Porque é pouco o tempo que me resta

É pouco o tempo para amar
Para contemplar o por do sol
Para sair por ai, passear
Para perder tempo com um anzol

Para colher a fruta que cai
Para observar a beleza de uma  flor
Para sair sem saber aonde vai
Para viver sempre um grande amor

É pouco tempo para os amigos já feitos
Para os novos que ainda vou fazer
Para recuperar os que foram desfeitos
É pouco tempo para se viver

Por isso não perca tempo
remoendo coisa ruim
Ganhe tempo lembrando das coisas boas
Porque senão será o seu fim

Assim use o tempo que lhe resta
Para saber o que faz você feliz
Tire da sua vida tudo que não presta
Dê a sua vida uma nova diretriz
Feliz é quem sua alma empresta
Para ouvir o que a outra alma diz

Câmbio
Dolar R$ 3,86
Euro R$ 4,32
Café Rota 232 ir para o canal
Vídeo
Vídeo
Curta nossa página