Perfil Empresa

Com a decisão de Charles da Madeireira de colocar o seu nome na disputa como candidato a prefeito de Gravatá, conforme foi definido na sua convenção que indicou Sílvia Gonçalves na vice, sendo portanto a primeira mulher a ser convidada para integrar uma chapa majoritária em Gravatá, num claro sinal de que Charles da Madeireira vai de fato inovar e criar história.

Para aqueles que só vêem a política daltonicamente (vermelho ou azul que misturando dá verde) e esta é a cor do PSC, não esqueçam que política se faz com votos. Na eleição passada Bruno Martiniano perdeu por 90 votos. E Luiz Prequé sem ser candidato teve 348 votos o que significaria a vitória de Bruno caso Prequé o tivesse apoiado.

A mesma coisa acontece agora, Joaquim Neto poderia ter convidado Charles da Madeireira para ser o seu vice, mas não fez outra opção, achando que Charles da Madeireira não iria ter a coragem de lançar o seu nome. Errou feio no seu prognóstico e gora vai ter que enfrentar Charles da Madeireira e Bruno Martiniano.

O livro A arte da Guerra nos ensina que quando temos dois inimigos, devemos nos aliar a um deles para derrotar o outro e depois nos afastamos daquele que veio ser nosso aliado, para poder derrotá-lo também. Assim Joaquim Neto de veria ter convidado Charles da madeireira para ser o seu vice e evitar deixar de ser prefeito por uma diferença abaixo de 1000 votos.

O número de votos é fixo. Não crescre. São aproximadamente 45 mil eleitores divididos para os três candidatos. A diferença entre um e outro vai ser pequena. Logo se Charles tiver apenas 1000 votos, o que é uma conta muito baixa, ele vai fazer com que um ganhe e outro perca.

Suponha que Bruno Martiniano tenha 20.930 votos e Joaquim  Neto 20.000 votos. O prefeito será Bruno Martiniano, entretanto, se Joaquim Neto estivesse com Charles da Madeireira poderia ter 21.000 votos e ganhar a eleição por 70 votos, o inverso também vale e pode ser aplicado para Bruno.

Portanto a definição de quem vai ser o prefeito de Gravatá vai passar necessariamente pela decisão de Charles da Madeireira de ter lançado o seu nome como candidato a prefeito de Gravatá.

Uma outra situação é Charles da Madeireira ter um bom discurso, articular a sua campanha de forma profissional, com bons profissionais e surpreender tendo um resultado inesperado. Já pensou o povo cansado do azul e do vermelho dar a carga no verde e ele ganhar.

Essa é a única surpresa da eleição: Charles da Madeireira ganhar, porque se ele perder não será surpresa para ninguém. Será o normal, o lógico. Agora ele ganhar, vai levar muita gente a loucura.

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.
Câmbio
Dolar R$ 5,43
Euro R$ 6,40
Café Rota 232 ir para o canal
Curta nossa página