Perfil Empresa

“O que todo mundo já sabia está na lista do TRE: Joaquim Neto é ficha suja” disse o jornalista.

PSDB envia nota desmentindo a informação.

Um blog da cidade publicou mais uma nota afirmando que Joaquim Neto era ficha Suja, baseado numa lista que o Tribunal de Contas do Estado encaminhou ao Ministério Público para analisar os casos e depois proferir sentenças sobre quem seria inelegível ou não.

Mais uma vez o blog usa de artifícios condenáveis para tentar iludir a população e beneficiar um candidato a prefeito, acusando de forma precipitada o candidato do PSDB, a prefeito no pleito de 2012.

Serei o primeiro a fazer uma matéria no blogdotomaz.com.br e no jornal Rota232 na hora em que sair a condenação de qualquer candidato de Gravatá, desde que o processo seja transitado em julgado e não caiba mais recursos.

Mas em hipótese nenhuma venderei ilusão à população. Não estou aqui dizendo que seja inverídica a existência de irregularidades, porém é preciso saber se estas irregularidades são de fato passíveis de condenação e da perda do direito de ser candidato.

Ter processos no Tribunal de Contas do Estado ou em qualquer outra instância não é sinônimo de inelegibilidade e não conheço nenhum prefeito que após o seu mandato não fique respondendo processos. E com certeza o próximo prefeito de Gravatá seja ele Bruno ou Joaquim vão ter processos para responder.

Isto eu vou provar ao final do mandato de um dos dois.

Ninguém merece ser acusado sem que o seu processo tenha chegado ao final ou pior sob acusação indevida. Vários casos de denúncias sem fundo de verdade me vem à memória e me preocupa quando um veículo de comunicação, por questões pessoais, possa perder o tino da comunicação ética e passe a fazer um joguinho de intrigas e fofocas que não ajudam a democracia. Nós que fazemos comunicação temos uma grande responsabilidade com a opinião pública e é esta responsabilidade que deve nos guiar e nos pautar.

Todos nós sabemos que o médico quando mata alguém, essa pessoa morre de verdade. Mas, nós jornalistas quando matamos alguém, a pessoa fica viva. Porque destruímos não a vida, mas os projetos de futuro.

Vamos esperar que esses processos sejam concluídos para que possamos informar à população sobre as suas decisões definitivas. Qualquer coisa fora disso é casuísmo, é briga de comadres e a população de Gravatá não merece isso.

Por hora fico com o que diz a nota do partido do ex-prefeito Joaquim Neto.

Esta para mim é a nota oficial.

Publico abaixo a nota do PSDB a respeito da matéria publicada naquele blog mais uma vez de forma enganosa.

Por Tomaz de Aquino

 

DIREITO DE RESPOSTA DO DIRETÓRIO DO PSDB DE GRAVATÁ.

Novamente o PSDB de Gravatá apresenta para concorrer às eleições municipais de 2012 o Ex-Prefeito Joaquim Neto. Todos na cidade de Gravatá já o conhecem e sabem de sua capacidade administrativa. Quanto esteve à frente da Prefeitura, realizou diversas obras estruturadoras, que transformou nossa cidade.

Diante da possibilidade do Ex-Prefeito Joaquim Neto voltar a governar Gravatá, seus opositores continuam requentando matérias jornalísticas, no intuito de enganar o povo.

Novamente, o Senhor Claudio Castanha, tenta de forma pouco ética, espalhar noticias inverídicas sobre o nosso candidato. Os nomes que constam na Lista do TCE não quer dizer que todos não poderão ser candidatos. Assim, O Ex-Prefeito Joaquim Neto, será sim Candidato, tendo em vista que o Processo TC nº 0500325-8, publicado em 23/10/2008 já se encontra arquivado.

Contudo, ressaltamos que o ex-prefeito de Gravatá já foi julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Pernambuco em ação proposta pelo Ministério Publico Eleitoral no ano de 2010, sob o Processo nº 2184-97.2010.6.17.0000, que impugnava sua candidatura a Deputado Estadual, tendo como fundamento o mesmo processo do TCE constante da relação provisória.

O processo de impugnação a candidatura foi julgado e publicado em 04 de agosto de 2010, com transito em julgado em 08/08/2010, a decisão assim dispõe:

ACORDAM os Senhores Desembargadores do Tribunal Eleitoral Regional de Pernambuco, por maioria, em REJEITAR a impugnação ao pedido de registro da candidatura, e por conseqüência, DEFERIR o pedido de registro do candidato Joaquim Neto de Andrade Silva, nos termos do voto do Desembargador Relator, que passa a integrar o presente Acórdão.

Portanto, inexistem motivos para que o registro de sua candidatura a prefeito de Gravatá não seja deferido, tendo em vista o julgamento pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco.

Assim, quero tranqüilizar o povo de Gravatá, que Joaquim Neto é sim candidato, para colocar a cidade na rota do desenvolvimento. Não nos furtaremos de enfrentar as forças que nunca fizeram nada pela nossa cidade, e não assume o medo de enfrentarmos nas urnas.

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.
Câmbio
Dolar R$ 5,46
Euro R$ 6,65
Café Rota 232 ir para o canal
Curta nossa página