Perfil Empresa
Olinda, olindamente linda.
Olinda dos quatro cantos, Olinda dos seus encantos.
Olinda dos pretos velhos, dos maracatus, de sua ciência e candomblé.
Olinda de bajado, suas obras e quadros.
Olinda para a vida inteira de amar, de marrom brasileiro, de ladeiras e alma.
Olinda do coco de Serginho, de Dona Selma e ferrugem, Olinda dos carnavais, de dona Laura, eterna menina do ‘Olinda quero cantar’, marim dos Caetés, pitombeira e elefante; virgens, capoeira, alto da sé.
Olinda de Silvio Botelho, um espelho de seus personagens.
Olinda magia, eterna poesia, Olinda dos Sonhos que nunca me deixa acordar.
Por Paulo Sales
Advogado e poeta

 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.
Câmbio
Dolar R$ 4,09
Euro R$ 4,57
Café Rota 232 ir para o canal
Vídeo
Vídeo
Curta nossa página