Perfil Empresa

Ao decidir não se candidatar a reeleição para prefeito de Gravatá, o atual gestor Ozano Brito Valença fez a opção para terminar o seu mandato e entregar a prefeitura ao novo administrador que será eleito em outubro de 2012.

Esta postura muda completamente a relação de Ozano Brito com as forças políticas de Gravatá, com as organizações da sociedade civil e com a população de uma maneira geral. Sem possuir mais nenhum compromisso com quer que seja, já que brigou e rompeu com o seu padrinho político Joaquim Neto, ele agora pode fazer uma gestão limpa, enxuta, voltada para resultados positivos de gestão e não de política-eleitoral.

Sendo assim todos os acordos políticos que ele tinha com candidatos a vereador ficam zerados. Isto significa que ele será criterioso nas indicações que fará daqui para a frente e elas terão dois caminhos: O técnico se ele de fato optar por ficar neutro na campanha. Nesse caso ele não contratará mais ninguém pela ótica do voto;

Ou adotará o critério político caso tenha o desejo de se envolver ainda que de forma indireta no processo eleitoral apoiando nos bastidores a candidatura de Bruno Martiniano e consequentemente da sua ex-base de apoio, nomeando pessoas indicadas somente por estes atores políticos e tirando todos que apóiem Joaquim Neto.

Como ele, segundo informações que circulam na cidade, demitiu todos os comissionados, isto significa que ele vai dar uma nova feição a sua administração. Quando começar a nomear novos ocupantes de cargos comissionados vamos saber se ele ficará neutro ou se apoiará Bruno Martiniano.

É só esperar as novas contratações.

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.
Câmbio
Dolar R$ 5,46
Euro R$ 6,65
Café Rota 232 ir para o canal
Curta nossa página