Perfil Empresa

Muita gente ficou se questionando porque Joaquim Neto trouxe de volta Danilo Melo que estava com Ozano Brito para o seu palanque como candidato a vice na sua chapa.

A resposta é simples: Danilo Melo foi o seu vice durante quatro anos, numa eleição que foi vitoriosa a de 2004 e este efeito psicológico é que influenciou na escolha do peemedebista para a composição da chapa tucana.

Além disso Joaquim Neto ficou enfraquecido com o apoio de Eduardo Campos a Bruno Martiniano e então Joaquim Neto vislumbrou uma oportunidade de impedir a vinda de Eduardo Campos a Gravatá para pedir votos para Bruno Martiniano e Rafael Prequé ficando do lado do mais novo aliado de Eduardo Campos – o PMDB – ou seja, Jarbas Vasconcelos e Raul Henry.

Joaquim Neto que não teve espaço do grupo do governador busca agora uma reaproximação com seus antigos aliados: Jarbas, Dorany e companhia, com o objetivo de dificultar o apoio declarado de Eduardo a campanha petebista. Isto significa que tem arranhões na relação Joaquim Neto – Sérgio Guerra, pois Sérgio Guerra quer ver tudo, menos Jarbas Vasconcelos ao lado de Joaquim Neto em Gravatá.

Assim Joaquim Neto consegue um senador (Jarbas) para se contrapor a Armando Monteiro que recebeu apoio de Joaquim Neto. O apoio de Joaquim Neto a Armando foi um tiro que saiu pela culatra.

Vamos ver se essa articulação dá certo e se Jarbas e Raul vão conseguir impedir Eduardo campos de apoiar abertamente Bruno Martiniano e Rafael Prequé.

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.
Câmbio
Dolar R$ 5,43
Euro R$ 6,40
Café Rota 232 ir para o canal
Curta nossa página